Especialistas garantem que é hora de investir na economia

Para representantes do Sebrae e da Investe São Paulos, o investimento é a saída da crise nesse momento histórico

    • ACidadeON/São Carlos
    • ACidade ON - São Carlos

Agenda Rio Claro é realizado nesta sexta-feira (6) (Foto: ACidade ON São Carlos)
 
Na manhã de sexta-feira (6) foi realizado a edição do Agenda em Rio Claro, continuando as sessões de debates sobre os rumos da economia pela região e também por todo o Brasil. Participaram como debatedores do evento representantes do Sebrae-SP e da Investe São Paulo. Para eles o futuro pós-crise se demonstra bastante promissor e a palavra do momento é:Ana beatriz 

"O principal desafio, pensando num cenário de eleições que está vindo, é o dos governantes que assumirem, tantos os governos dos estados quanto o federal, que mantenham a pauta de investimentos como estratégia, que tenham em pauta a questão da estabilidade necessária para os investimentos, que busquem esses investimentos. O Brasil ainda tem muitas oportunidades em termos de mercado, mas é necessário investir mais, ter mais competitividade nas empresas que já estão aqui", disse a gerente geral da área de projetos da Investe São Paulos, Ana Beatriz Fernandes.

Ela também comentou que a região de Rio Claro é privilegiada pela sua localização dentro do Estado. "Acho que Rio Claro tem um diferencial muito claro em relação a proximidade de Viracopos e às questões logísticas. A região que chega até Campinas, inclusive. É uma região muito rica, que tem um parque industrial já consolidado, tem uma cadeia de suprimentos muito bem estabelecida e acaba atraindo, meio que naturalmente, outras empresas".  

Representante do Sebrae percebe aumento no empreendedorismo (Foto: ACidade ON São Carlos)

 
Para o representante do Sebrae-SP, Diego Pereira de Souza, a situação da economia nacional tem melhorado gradativamente, com reflexos percebido inclusive dentro da própria instituição onde trabalha. "Esse momento econômico pelo qual passamos agora,com uma inflação um pouco mais controlada e com juros num patamar histórico, é possível investir. Isso, com certeza, faz com que melhore o empreendedorismo e aqueça a economia. Aliás, a pequena empresa, apesar de sofrer muito com a  crise, nesse momento de melhora se recupera muito mais rápido, pois tem um custo fixo menor. Qualquer incremento representa um ganho maior. As micro e pequenas empresas tem contratado muito mais do que as grandes empresas, nesse primeiro momento", garantiu.  



0 Comentário(s)