Infraestrutura e urbanização representam retomada da economia, garantem parlamentares

Deputados deram suas opiniões a respeito da economia nacional e regional durante o Agenda Rio Claro

    • ACidadeON/São Carlos
    • ACidade ON - São Carlos

Investimento em infraestrutura deve garantir retomada de economia (Foto: ACidade ON São Carlos)

 
Durante a edição do Agenda Rio Claro realizada nesta sexta-feira (6), no Grupo Ginástico Rioclarense, um dos objetivos foi o de aproximar as discussões políticas e econômicas do público. Para tanto, deputados e representantes do executivo local marcaram presença. Eles apostam na infraestrutura com investimento de retomada econômica. 

"Nesse momento de crise econômica, muito delicado, precisa ser debatida, então eventos como esse são de vital importância para arranjarmos soluções e saídas para a crise. Esse evento auxilia e encontrar a saída dessa situação de crise na qual nos encontramos", disse o vice-prefeito de Rio Claro, o Coronel Marco Bellagamba.   

Agenda Rio Claro discute economia nesta sexta-feira (6) (Foto: ACidade ON São Carlos)

Para o deputado estadual Aldo Demarchi, é necessário investir em infraestrutura para atrair bons negócios e movimentar a economia. "Essa é uma discussão das necessidades do poder público e da sociedade. O desenvolvimento não é apenas local, eu acredito no desenvolvimento regional. Precisamos de mão de obra qualificada, acesso, projetos de urbanização, investimento na infraestrutura. Quem faz o investimento do capital se preocupa com tudo isso, ninguém vai investir onde não existe essa segurança", advertiu o deputado. 

Concorda com a fala também o deputado federal Lobbe Netto. Ele acrescenta que é necessário também angariar fundos, não apenas de impostos, mas do próprio governo. Nós estamos no centro de Estado de São Paulo. Em Rio claro nós temos universidades, temos a Unesp, várias industrias e estamos próximos à Capital da Cerâmica, que é santa Gertrudes. Precisamos também investir em qualidade de vida, em emprego e renda para nossos trabalhadores, aproveitando a tecnologia das universidades, as inovações. A partir, dos centros maiores como Araraquara, São Carlos e Rio Claro serão expandidos novos e bons fluídos. Claro que o município deve ter participação maior, deve receber mais para atender suas demandas, não com aumento de impostos, mas tirando um pouco mais do governo central", finalizou.  



0 Comentário(s)